PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Governo de Minas anuncia 100 mil vagas para designados em 2018
25/10/2017 09:43 em Minas Gerais

Profissionais serão contratados para trabalhar nas escolas públicas de todo o Estado e 70% das vagas são para professores


IS  - Isabella Souto/Site Estado de Minas - A imagem da capa do site Multisom foi retirada da internet

Postado em 23/10/2017 11:20 / Atualizado em 24/10/2017 21:41

 

O governo de Minas Gerais anunciou nesta segunda-feira a contratação de cerca de 100 mil pessoas designadas para as escolas públicas em todo o estado em 2018 – das quais cerca de 70 mil serão para professores. As inscrições podem ser feitas no site www.designaeducacao.mg.gov.br a partir desta quarta-feira até as 23h59 do dia 10 de novembro. 

SAIBA MAIS

·         12:01 - 09/01/2017 - Secretaria de Educação de MG abre processo para contratar designados

·         07:57 - 18/10/2017 - Novo quinquênio da educação começa a ser pago em novembro pelo governo de MG

·         08:19 - 23/10/2017 - Pimentel promete pagar segunda parcela de salário de servidores nesta terça-feira


As vagas são para professor, auxiliar de serviços (servente, limpeza e portaria), assistente técnico (secretaria) ou especialista em educação (supervisor e orientador pedagógico), com salários que variam de R$ 1.128,76 a R$ 2.669,55. 

De acordo com a secretária de Educação Macaé Evaristo, a grande novidade deste ano é que o sistema fará a inscrição, automaticamente, de aprovados em concurso público e que ainda aguardam nomeação. 

Essas pessoas serão inscritas no cargo e localidade para o qual foram aprovadas no concurso. Mas ela orienta os candidatos a entrarem no site para conferir os dados. Além disso, todos ainda podem pleitear outras duas vagas em localidades diferentes. 


São quatro os critérios de classificação para a disputa das vagas de designação: aprovado em concurso para a localidade; aprovado em concurso de outra localidade; habilitação e escolaridade exigidas e tempo de serviço prestado ao estado; habilitação precária para o cargo (é o caso, por exemplo, de um engenheiro que queira dar aulas de matemática). 

Concursos

 
Questionada porque o Estado não efetiva aprovados nos últimos concursos, Macaé Evaristo explicou que os designados vão ocupar vagas abertas temporariamente, por exemplo com licenças médica, maternidade ou transferências de cargos. 

“Por isso não se trata de nomeação de um concursado, mas um contrato como designado. Uma nomeação implica um vínculo com o estado e a projeção de uma vaga por 25, 30 anos”, disse. 

Embora o salário seja rigorosamente o mesmo, ela lembra que ao longo do tempo o efetivo tem uma progressão na carreira, o que não acontece com o designado. As designações têm um prazo máximo até 31 de dezembro, quando o contrato é encerrado. E o profissional não tem a garantia de ser contrato novamente. 

Segundo o subsecretário de Gestão e Recursos Humanos, Antônio David de Sousa Júnior, há hoje em Minas Gerais quatro concursos para a área de Educação – todos prorrogados para outubro de 2019. Os aprovados em três deles já foram nomeados pelo estado e, em relação ao último, ainda há cerca de 700 para serem convocados. 

Desde o início do governo já foram nomeados cerca de 50 mil aprovados na Educação. A expectativa é que, somente neste ano, o número chegue a até 17 mil pessoas.  

Serviço: 

As inscrições para as designações podem ser feitas pelo site www.designaeducacao.mg.gov.br das 10 horas de 25 de outubro até as 23h59m de 10 de novembro.

Podem ser feitas até três inscrições por cargos e localidades. 

A divulgação da classificação será em 22 de novembro.

A segunda etapa do processo, que é o processo de designação propriamente dita, terá início em data ainda a ser definida.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
PUBLICIDADE